Menu fechado

Alexandre Pato: tudo sobre a carreira do atacante

Quando começou no futebol, Alexandre Pato foi logo considerado a maior promessa do futebol nacional. A imprensa chegou a considerá-lo o sucessor natural de Ronaldo Fenômeno. Seus gols e suas atuações justificavam tamanha euforia. Entretanto, com o passar do tempo, a carreira do atacante não seguiu como todos esperavam, com muitos problemas em campo e fora dele. Relembre a carreira de Alexandre Pato:

Alexandre Pato
SAO PAULO, BRAZIL – JUNE 02: Alexandre Pato of Sao Paulo celebrates after scoring the first goal of his team during the match against Cruzeiro for the Brasileirao Series A 2019 at Pacaembu Stadium on June 02, 2019 in Sao Paulo, Brazil. (Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)

Início promissor

Alexandre Rodrigues da Silva nasceu no dia 2 de setembro de 1989 em Pato Branco, cidade do sudoeste paranaense. Com apenas 16 anos, passou a se destacar na base do Internacional, e disputou o Brasileirão Sub-20 com os garotos até 4 anos mais velhos. Mesmo assim, ele foi artilheiro do torneio. Isso fez com que no mesmo ano, ele já subisse ao time profissional.

Sua estreia foi monumental: contra o Palmeiras, Pato marcou seu primeiro gol como profissional já no primeiro minuto de jogo. Depois disso, mesmo com apenas uma partida disputada, Alexandre Pato foi levado ao Mundial de Clubes da FIFA.

No torneio mais importante do mundo, o atacante fez seu segundo jogo como profissional. Para melhorar, Pato marcou o primeiro gol da semifinal, contra o Al-Ahly, batendo o recorde de Pelé como o jogador mais jovem a marcar em uma competição oficial da FIFA.

A sina continuou, e Pato marcou gols em todas as competições em que estreou pelo Inter. Mas, o gigantesco potencial logo chamou a atenção da Europa.

Ida para o Milan

Antes mesmo de completar 18 anos, Pato foi comprado pelo Milan por 20 milhões de dólares. Novamente, marcou em sua estreia, em uma partida amistosa. No primeiro jogo oficial, outro gol. Tudo indicava que Pato seria um dos melhores do mundo rapidamente. Depois, algumas lesões atrapalharam seu início, mas ele virou o queridinho da torcida rossonera.

Na temporada 2008/09, Pato já foi artilheiro do Milan, ao lado de Kaká. Na época, ele chegou a receber propostas do Chelsea que fariam dele o jovem mais valioso do futebol mundial.

A temporada 09/10 também foi de muito sucesso. Alexandre Pato ganhou o prêmio Golden Boy, que é concedido ao melhor jogador com menos de 21 anos atuando na Europa.

Mas, Pato começou a sofrer com muitas lesões. Mesmo assim, quando jogava se destacava muito. Ele foi ganhando cada vez mais respaldo no Milan, que era comandado pelo seu então sogro Silvio Berlusconi. Suas atuações chamaram o interesse de vários clubes, principalmente do Chelsea e do PSG.

Em 2012, Pato já era um dos jogadores mais antigos no Milan. Mas, estava sendo presença constante no banco de reservas, o que o desagradou. Então, ele decidiu avaliar outras opções para a carreira.

Corinthians

O Corinthians tinha acabado de ser campeão mundial e anunciou a contratação de Alexandre Pato, bombástica para os níveis do futebol brasileiro, considerando que ele, mesmo com toda a rodagem, tinha apenas 23 anos. Mais uma vez, marcou em sua estreia.

No início, tudo indicava que Pato se sobressairia no futebol brasileiro. Muitos gols, ótimas atuações e um time que encantava o país. Mas, a eliminação precoce na Libertadores, em um jogo marcado por muitos erros de arbitragem contra o Timão, mudou todo o clima.

Pato começou a perder muitos gols e ter atitudes descompromissadas dentro de campo. A principal delas foi a cobrança de um pênalti decisivo na Copa do Brasil, em que o atacante bateu com uma cavadinha, que foi defendida pelo goleiro Dida.

Sua relação com a torcida se desgastou muito, as cobranças aumentaram e ficaram mais pesadas. Pato foi para o banco de reservas e nunca mais se destacou.

Troca com o São Paulo

Em fevereiro de 2014, Pato foi trocado por Jadson, então no São Paulo, em uma negociação entre rivais.

Ao contrário de sua passagem pelo Timão, Pato conseguiu se destacar por mais tempo no São Paulo. Por lá, ele atuou em 101 jogos e fez 38 gols na primeira passagem.

Mudanças constantes de clube

Pato voltou ao Corinthians por força do contrato, mas nunca mais jogou pelo clube. Foi emprestado ao Chelsea em janeiro de 2016, onde marcou apenas um gol (de pênalti). Depois de 6 meses, voltou ao Timão. Em julho, o alvinegro paulista finalmente conseguiu vender o atacante, por 3 milhões de euros ao Villarreal da Espanha.

Pato ficou pouco tempo na Espanha, em mais um período marcado por lesões. Em janeiro de 2017, foi vendido por 18 milhões de euros ao Tianjin Tianhai da China. No futebol chinês, teve grande destaque e foi decisivo. Em março de 2019, após o fim de seu contrato, o jogador decidiu voltar ao São Paulo.

Em 2020, após nova insatisfação com a reserva, Pato e o São Paulo entraram em um acordo de rescisão. Depois de quase meio ano sem conseguir encontrar um clube, o atacante foi anunciado no início de 2021 pelo Orlando City, dos Estados Unidos, onde ainda permanece.

Seleção Brasileira e estatísticas

Pato jogou por todas as categorias da Seleção Brasileira. Em sua estreia pelo time principal, em 2008, mais uma vez teve uma ótima atuação e marcou um belo gol, deixando o país cheio de esperanças com a nova geração. Entretanto, o jogador não se firmou e ficou de fora da Seleção na Copa de 2010.

Pato fez seu último jogo pelo Brasil em 2013, quando jogava pelo Corinthians. Ele nunca conseguiu realizar o sonho de jogar uma Copa do Mundo.

Ao todo, Alexandre Pato já fez 500 jogos na carreira, marcando 196 gols e dando 47 assistências. Na carreira, Pato conquistou 16 títulos, contando todas as categorias.

Que tipo de conteúdo é oferecido pelo Clube da Aposta?

Para apostadores experientes, o Clube da Aposta oferece um curso pago com dois dos mais renomados traders esportivos brasileiros. Um pacote completo para a evolução dentro dessa área que cada dia mais conquista novos adeptos.